Palavras não são apenas ditas da boca para fora. Têm significados, transportam culturas, feitios e expressões de cada povo. E é por isso que, com quase sete mil línguas que povoam este planeta, é impossível traduzir tudo à letra e, muito menos, numa única palavra.

Falar a língua materna é como pertencer a uma tribo ou a um clube. Cada país ou região tem formas de comunicar tão próprias, que um estrangeiro se vê aflito para perceber certas palavras e expressões, mesmo que tenha aprendido essa língua.

Boa parte das vezes, as palavras traduzem sentimentos que nem sabíamos que podiam existir. Quantas vezes transformam uma sensação estranha num sentimento concreto? A falar é que a gente se entende, diz a expressão popular, mas é mais do que isso.

As palavras ajudam-nos a entender os outros e a nós próprios.

O Bicho-Que-Morde reuniu na Enciclopédia dos Porquês 132 palavras, de 58 línguas ou dialetos, impossíveis de traduzir numa única palavra. Comecemos, então, pelo que nos é mais próximo e avencemos até os confins deste planeta.

SaudadeMisto de melancolia e nostalgia por uma pessoa querida que partiu, por um lugar onde se quer voltar ou por uma recordação. Descreve, por vezes, um sentimento de solidão e de vazio, uma parte de nós que está em falta.

Embora seja uma das palavras mais difíceis de se traduzir, é possível encontrar termos semelhantes em outras línguas como o alemão (sehnsucht é um anseio ou desejo profundo, mas tem de ser acompanhado por outras palavras para ser entendido) ou o polaco (tesknota, que se aplica principalmente aos apaixonados).

Desenrascanço Capacidade para improvisar com intuito de ultrapassar rapidamente e sem grandes recursos os problemas e os obstáculos que surgem repentinamente.

Desbundar Divertir-se sem inibições; festejar euforicamente.

Sobremesa Momentos de conversa à mesa depois das refeições, que podem ser acompanhados de café, chá ou digestivos.

Dudende (duende) Alguém que através da sua arte comove profundamente uma ou várias pessoas.

 

Região: País Basco | Língua: basco

Txotx Significa palito, mas é usado também para anunciar que o barril de cidra foi aberto e toda a gente pode encher os copos.

Culaccino É a marca redonda de um copo na mesa, mas também pode ser a parte final do salame ou o resíduo de uma bebida no fundo de um copo.

Abbiocco  É uma mistura de fraqueza e de preguiça após uma refeição.

Boh Interjeição para exprimir, por exemplo, desconhecimento, dúvida ou indiferença. Em alguns casos, poderia ser traduzida por «sei lá», «tanto faz», ou «não sei, nem quero saber».

Gattara Mulher que se dedica a cuidar de gatos de rua.

Attaccabottoni Aquele ou aquela que nos apanha ao virar da esquina e não nos larga com a sua interminável história.

Meraki Fazer algo com amor e criatividade, entregar-se de corpo e alma a uma atividade.

VerschlimmbessernOs portugueses têm uma expressão para dizer o mesmo: “Pior a emenda que o soneto”. Ou seja, procurar resolver um problema e criar outro ainda maior.

Torschlusspanik Medo ao perceber que já não há muitas oportunidades para fazer algo que se queria, ou que o prazo para acabar um trabalho está quase no fim. À letra, significa o pânico ao ver o portão a fechar.

Schadenfreude Sentir satisfação com o infortúnio dos outros.

Backpfeifengesicht Ter uma cara tão pateta que dá vontade de bater.

Ferneweh Saudade de um lugar onde nunca se esteve.

Depaysement Sentimento que surge quando se está num país estrangeiro ou num lugar estranho. Sentir-se como um peixe fora de água, um forasteiro.

Esprit d’Escalier Quem nunca sentiu que só depois de uma discussão é que se lembrou daquele argumento imbatível para desarmar o adversário? Dá vontade de voltar atrás, mas seria ridículo até porque já se está a descer as escadas a caminho de casa. Essa frustração é traduzida em francês como esprit d’escalier (espírito das escadas).

Déjà vu Sensação estranha de já ter vivido o momento que acabou de acontecer.

Kaukokaipuu Saudade de um lugar no qual nunca se esteve. Um sentimento de pertencer a um país ou uma cidade apesar de nunca ter lá estado. Por vezes, essa ligação é explicada por ter sido a terra dos antepassados.

Lieko Galho de árvore que submergiu até ao fundo do lago.

Tokka Um grande rebanho de renas.

Hyggelig Descontrair com amigos ou família, geralmente, à volta de uma mesa farta em comida. Resume várias sensações associadas ao conforto e segurança: aconchego, afeto e total ausência de preocupações.

Bagstiv Acordar de manhã ainda embriagado da noite anterior.

Olfrygt Medo de a cerveja acabar (dinamarquês arcaico, do tempo dos vikings).

Utepils Sentar-se ao ar livre num dia soalheiro e beber uma cerveja.

Palegg Tudo e mais alguma coisa (alimentos) que se pode enfiar numa sanduíche.

Aerekjær Estupidamente orgulhoso e sem razão para tal.

Mangata Corredor de luz provocado pelo reflexo da Lua sobre a água do mar. Os turcos também têm uma palavra semelhante (ver mais abaixo).

Lagom Medida certa.

Tidsoptimist Uma pessoa que se atrasa sempre porque pensa ter mais tempo do que realmente tem.

Njuta Apreciar algo com uma alegria profunda; experiência intensa de reconhecimento e gratidão.

Gökotta Acordar muito cedo para ouvir os pássaros lá fora.

Plimpplamppletteren Atirar uma pedra ao lago e fazer com que ela faça ricochete o maior número de vezes possível.

Gezellig Sensação agradável de estar próximo de quem se gosta, por exemplo, num bar com amigos ou ao pequeno-almoço com a família.

Voorpret Entusiasmo ou excitação antes de ir a uma festa ou outro evento.

Epibreren Fingir que se está a fazer algo muito importante para disfarçar a preguiça de não querer fazer nada.

Struisvogelpolitiek Não enfrentar os problemas e agir como se nada de anormal tivesse acontecido.

Tartle Aquele momento constrangedor em que se cumprimenta ou se apresenta alguém que não se vê há muito tempo e se esquece do seu nome.

Sgriob Comichão no lábio superior logo após beber uma dose de uísque.

Giomlaireachd Hábito de aparecer na casa dos outros à hora das refeições.

Região: País de Gales | Língua: galês

 Cwtch Um abraço que nos faz sentir seguros.

Cúbóg Conjunto de ovos de Páscoa.

Yakamoz Reflexo da Lua na água. Os turcos têm ainda outra palavra para descrever o mesmo – gümüşservi(luar brilhando nas águas) -, mas que não é usada no quotidiano.

Shempmedjamo Continuar a enfardar mesmo não tendo fome, porque a comida é maravilhosa.

Pochemuchka Pessoas que estão sempre a fazer perguntas sobre qualquer assunto.

Tocka É muitas vezes usada para descrever vários estados de alma como melancolia, angústia, tédio, desejo ou nostalgia sem uma causa específica.

Nivroku Tem vários significados, consoante o contexto: não é tão mau assim/ a melhor maneira/ mais do que suficiente. Pode ainda ser usada para desejar boa sorte a alguém ou como expressão de encorajamento (continua assim, que vais bem; não desanimes).

Zaida Estrangeiro, forasteiro, invasor

Dolilyts Deitar-se com a cara virada para a areia/chão. E, por oposição, horilyts é deitar-se com a cara virada para o céu).

Vedriti Abrigar-se e esperar a chuva passar para continuar o caminho.

Litost Imaginar a sua própria miséria no futuro e ficar angustiado com a possibilidade.

Prozvonit São aqueles ou aquelas que ligam para o telemóvel de um amigo e desligam logo para que lhe liguem de volta.

Nedovtipa Alguém incapaz de perceber uma indireta.

Tumiwisizm Tem a sua raiz na expressão «Wisi mi para» (estou-me nas tintas). Descreve uma atitude de arrogância e de falta de solidariedade para com os outros.

Zalatwic Fazer algo a troco de dinheiro, mas também usar o suborno, o charme e ainda influência de amigos para conseguir que determinado trabalho seja feito.

Klloshar Um perdedor que não aprende a lição.

Besa Promessa que, custe o que custar, será cumprida, como um juramento.

 

Merak O gozo dos simples prazeres da vida que nos faz sentir próximos do Universo.

Promaja Corrente de ar provocada por duas janelas ou portas abertas, associada a mal-estar e doenças.

Hay kulu Nada, tudo ou qualquer coisa.

Ubuntu Palavra com muitos significados. Os mais comuns são «humanidade para os outros» e «sou o que sou pelo que nós somos». Nelson Mandela, que era do grupo étnico xhosa, acrescentou uma definição mais longa: «O Ubuntu não significa que uma pessoa não se preocupe com o seu progresso pessoal. A questão é: o meu progresso pessoal está ao serviço do progresso da minha comunidade? Isso é o mais importante na vida».

Hanyauku Andar em bicos de pés sobre areia quente.

Ilunga Perdoar uma ofensa ou mau trato da primeira vez, tolerar uma segunda vez, mas nunca uma terceira.

mbuki-mvuki Vontade irresistível de se despir enquanto se dança.

Bilita mpash Sonho maravilhoso, oposto ao pesadelo.

Cafuné Festinhas carinhosas no cabelo, que tanto podem vir da mãe como do namorado ou namorada.

UmjayanipxitütuwaResume numa única palavra a expressão “eles é que me obrigaram”, traduzindo uma desculpa esfarrapada para justificar um mau comportamento sem assumir a responsabilidade.

MaluVergonha, inferioridade, insegurança ou desconforto perante o chefe que apareceu do nada.

JayusUma piada, que é tão mal contada, que toda a gente se ri.

Ngarong Uma visão ou um guia espiritual que aparece num sonho e oferece, por exemplo, uma solução para um problema.

Gigil  Tentação de apertar ou beliscar um animal ou um bebé por serem tão fofos.

Língua: Tagalog

Balikwas  Salto repentino provocado por um susto ou por uma boa surpresa.

Nakakahinayang  Arrependimento por não ter agarrado uma oportunidade.

Harikoa  Alegre, eufórico e encantado ao mesmo tempo.

Aroha  Sentir amor, preocupação, empatia ou compaixão por alguém.

ManaakitangaHospitalidade, bondade, generosidade, respeito e atenção pelos outros.

Regiões: Papua Nova Guiné e Ilhas Trobriand Kiriwina | Dialeto: kivila

MokitaÉ a verdade que todos sabem, mas concordam em não falar sobre ela.

Greng jai Resistência em aceitar ajuda por não querer incomodar.

 

Países: Malásia, Brunei e Singapura | Língua: malaio

KertekBarulho que se ouve ao pisar um chão coberto de folhas e galhos secos.

ManjaMimos entre casais tão exagerados que se tornam enjoativos.

Teguk  Dar grandes goles de uma garrafa.

Kontal-kontil Movimento dos brincos nas orelhas ou o agitar do vestido provocados pelo andar da mulher.

AwumbukSensação de vazio quando os amigos partem após um longo período hospedados em nossa casa. É um sentimento de estranheza por subitamente voltarmos à nossa rotina, deixando para trás uma casa cheia e animada. A palavra nasceu com a tribo Baining, mas popularizou-se na cultura da Papua Nova Guiné.

Região: Ilha da Páscoa (província do Chike) | Língua: rapanui

Tingo  Pedir emprestado ao vizinho vários objetos, ao longo do tempo, sem nunca os devolver. O comportamento implica ficar gradualmente com todos os pertences da casa do vizinho, até não sobrar nada.

Região: Polinésia (Oceania) | Língua: maori

Akapu’aki’akiarrotar sem parar.

Povo: pintupi (deserto da Austrália Ocidental) | Língua: pintupi

NginyiwarrarringuSobressalto provocado por um ruído que nos faz levantar e olhar ao redor para saber o que aconteceu. É uma das 15 palavras que os pintupi – povo do deserto da Austrália Ocidental – usam para descrever vários tipos de medo. O Ngulué o medo de vir a ser vítima de uma vingança. Kanarunvyjué um medo dos espíritos malignos que impede de dormir e kamarrarringué a sensação de que alguém está atrás.

 

Região: Havai (estado dos EUA) | Língua: havaiano

Pana Po’o Coçar a cabeça para ajudar a lembrar de algo.

Kapau’u Bater na água com um galho, assustando peixes para aprisioná-los numa rede de pesca.

Guanxi  Troca de favores que beneficia ambas as partes ou então uma pessoa que gosta de dar presentes.

Laotong Amizade fraterna entre duas raparigas que dura toda a vida.

Yuánfèn Força que une duas pessoas seja entre família, casais ou nas relações de trabalho.

Regiões: província de Cantão, sudeste da região autónoma Zhuang de Guangxi e partes da província de Ainão, Hong Kong e Macau | Língua: cantonês
Gagung homens com poucas hipóteses de se casarem porque vivem em regiões com muito poucas mulheres.

Viraha Perceber que se gosta profundamente de uma pessoa durante a sua ausência. Pode também significar a dor causada pela separação da pessoa que se ama.

Região: Estado indiano de Karnataka | Língua: Canará

SankochaConstrangimento por receber um presente desproporcional ou demasiado extravagante e que dificilmente se poderá retribuir.

Região: estado indiano de Andhra Pradesh | Língua: telugo

SitoshnaFrio e quente.

Goya É o instante em que se acredita piamente numa história que estamos a ler ou que nos é contada. O momento é passageiro, mas a palavra serve para reter essa pausa em que a realidade é suspensa e a fantasia toma conta do real.

NazOrgulho que sentimos por sermos amados.

Linti  Mandrião que passa o dia debaixo de uma árvore sem fazer nada.

NakhurCamela que não dá leite enquanto não lhe fizerem cócegas.

Selathirupavar Aluno que deixou de aparecer na escola.

KomorebiEfeitos de sombras e brechas de luz criados pelos raios de sol filtrados pelas folhas das árvores.

Bakku-Shan Mulher que só é bonita se vista de trás.

Kyoiku-mama Mãe que exige constantemente aos filhos um bom desempenho nos estudos.

Tsundoku Ter pilhas de livros que comprou e nunca leu.

Won Alguém que teima em acreditar numa mentira.

Han Misto de tristeza e esperança de que as coisas melhorem.

Nunchi Capacidade de ler o estado emocional de outras pessoas, isto é, perceber pelo comportamento e feições delas quando estão, por exemplo, tristes, alegres, ansiosas ou confusas.

Eomchina Alguém bem-sucedido na carreira ou nos estudos, um exemplo a seguir. A palavra resume a expressão “o filho do amigo da mãe”, muito usada na competitiva sociedade coreana para descrever o hábito das mães em comparar o desempenho dos filhos dos outros para motivar os seus a fazer melhor.

Firgun Pressentir que algo bom aconteceu com outra pessoa e ficar feliz com isso.

Povo: judeu da Europa Central e Oriental | Língua: iídiche

ShilmazlUm azarado sem cura.

Nakhes Orgulho que os pais sentem das conquistas dos filhos, por mais insignificantes que sejam.

Taarradhin Quando se encontra uma solução para um problema que agrada a todas as partes.

Gufra Porção de água que cabe numa mão.

Riq Estômago vazio.

Iktsuarpok Sensação de que alguém está a chegar, provocando um impulso constante de espreitar pela porta.

Espreita também este artigo sobre o significado das palavras: «Quanto pesam as palavras?»

Créditos das imagens: PortugalPedro Ribeiro Simões /CC BY-SA 2.0  | Espanha – Anoldent /CC BY-SA 2.0 | Alemanha – JasonParis /CC BY-SA 2.0 | Paquistão – Khalid Mahmood / CC BY-SA  | Inuítes – Trailsandrrors  /CC BY-SA 2.0. | Brasil – Rafael Barreto / CC BY-SA 4.0 

Fontes consultadas: 

  • The Book of Human Emotions – An Encyclopedia of Feeling from Anger to Wanderlust, de Tiffany Watt Smith, Profille Books (2016).
  • The Meaning of Tingo: and Other Extraordinary Words from Around the World, de Adam Jacot de Boined, Penguin Pockets (2006).
  • Positive Lexicography Project, de Tim Lomas, da Universidade de Londres.
  • Found In Translation, de Anjana Iyer, série “100 Days Project” (Nova Zelândia).

Oxford Dictionaries | Buzzfeed | Matador Network | Better Than English |