Do Terramoto de 1755, às Invasões Francesas, passando pela pesca do bacalhau na Terra Nova ou pelas cantigas populares do século 19, há milhentas expressões populares que ainda hoje se soltam da língua para colorir as nossas conversas. Comecemos, então, pelo choro fingido do coitado do crocodilo, que nunca viu os seus dramas serem levados a sério.

Lágrimas de crocodilo

Significado Choro fingido.

Origem  Como não consegue mastigar, o crocodilo tem de fazer uma enorme pressão contra o céu-da-boca para conseguir devorar uma presa, comprimindo assim as glândulas lacrimais. O esforço provoca as lágrimas, mas o choro, obviamente, nada tem a ver com sentir pena da pobre vítima. Desconhece-se quando é que a expressão passou a fazer parte dos comentários do povo, mas uma das suspeitas é que nasceu no tempo dos faraós, ou seja, durante a Antiguidade.

Nem disse água vai nem água vem

Significado  Fazer algo sem consultar ou informar outros, sobretudo os que são afetados pela sua decisão.

Origem  Antes do terramoto de 1755, Lisboa, bem como outras cidades portuguesas, não tinha esgotos. As águas sujas dos banhos e dos bacios eram despejadas pela janela. De cada vez que as criadas faziam isso, gritavam para toda a gente ouvir: “Água vai!”. Quem estava nas proximidades, fugia para não ficar encharcado. Nem todos, contudo, tinham essa atenção e atiravam a água sem aviso prévio. E daí a expressão “Nem disse água vai, nem água vem”, hoje usada para alguém que faz qualquer coisa ou toma uma decisão sem informar ninguém.

Cair o Carmo e a Trindade

Significado Acontecimento inesperado que nos deixa destroçados.

Origem Carmo era a designação abreviada para o convento carmelita. A Trindade era outro convento da ordem dos trinitários. Ambos estavam localizados numa das mais antigas freguesias de Lisboa, Sacramento, hoje Santa Maria Maior. Esta foi uma das zonas mais destruídas com o terramoto de 1755 e, para grande tristeza dos alfacinhas, nem os conventos ficaram de pé.

Tirar o cavalinho da chuva

 

Significado Perder a esperança de conseguir algo ou desistir de qualquer coisa.

Origem Antes do comboio, o cavalo era o transporte mais popular e, tal como acontece hoje com o carro, era preciso estacioná-lo. O lugar, contudo, não era o primeiro que aparecia e servia muitas vezes para mostrar a intenção do visitante logo à chegada. Se amarrasse o animal à frente da casa, significava que a visita era breve; se o bicho ficasse num lugar mais abrigado, era porque o dono contava demorar. Outras vezes, era o próprio anfitrião que desafiava o convidado a «tirar o cavalo da chuva», isto é, levá-lo para um sítio mais abrigado porque a conversa estava boa demais para ficar por ali. Com o tempo, o cavalo passou a cavalinho e a expressão que, terá origem no Brasil, tornou-se sinónimo de desistir de uma intenção ou de um plano.

Dourar a pílula

Significado Tornar algo menos desagradável, dizer que algo é melhor do que na realidade é.

Origem Dourar significava pôr uma capa de açúcar, de mel ou de caramelo num comprimido, truque usado nos antigos boticários para tornar um remédio menos amargo. A expressão já seria popularmente usada no século 17, uma vez que aparece na obra de António Delicado, «Adagios portuguezes reduzidos a lugares communs», de 1651.

Fila indiana

Significado  Caminhar ou fazer uma fila de forma ordeira, um atrás do outro.

Origem   Uma das explicações mais consensuais é a que atribui este termo à forma como os índios das Américas caminhavam nas selvas, um atrás do outro. Era a estratégia usada pelos guerreiros para enganar o inimigo: quem estava atrás pisava as pegadas do companheiro da frente e o último apagava todos os vestígios da sua passagem pela floresta.

Do tempo da Maria Cachucha

Significado Muito antigo.

Origem Cachucha era uma dança popular na região da Andaluzia, em Espanha. A bailarina começava a dançar ao som das castanholas, batendo com os saltos do sapato num movimento lento, que aos poucos ia acelerando até terminar num rodopio. Em Portugal, a dança originou uma popular cantiga, Maria Cachucha, dançada no século 19, mas com uma letra mais burlesca e divertida.

Ficar em águas de bacalhau

Significado Algo que ficou sem efeito, que não atingiu a meta ou que voltou ao ponto de partida.

Origem As águas de bacalhau ficavam nos mares da Terra Nova ou na Gronelândia, de onde muitos dos bacalhoeiros portugueses regressavam contentes com o resultado da pesca ou, então, amargurados com as cargas de peixe ou as vidas que se perderam para sempre nas duras expedições.

Favas contadas

Significado Certeza de que algo vai acontecer exatamente como se previu, negócio certo.

Origem Para ser abade de um mosteiro era preciso primeiro conquistar os votos dos monges. Ou melhor, as favas brancas, essas é que garantiam a sua eleição. Se, pelo contrário, no final da votação fossem as pretas em vantagem, o candidato regressava à sua vida de monge de sempre. O método começou a ser usado na Idade Média, prolongando-se nos séculos seguintes, mas, segundo alguns especialistas, a prática de usar favas para eleger representantes já seria usada na Grécia Antiga.

Ir ou mandar para o maneta

Significado Objeto avariado e sem conserto, alguém que teve um acidente e ficou muito mal no hospital.

Origem De tão cruel que era, o general Henri Loison nunca foi esquecido em Portugal. Dois séculos se passaram desde a primeira invasão francesa (1807), mas a sua presença persistiu na memória do povo através de uma expressão que, até há poucos anos, foi bastante usada pelos nossos avós. Mandar alguém para o maneta ou dizer que algo foi para o maneta não era nada simpático, pois queria dizer que se tinha pouca estima por esse alguém ou então que essa coisa estava irremediavelmente estragada. O general Loison perdeu um braço durante uma das batalhas e, enquanto esteve em Portugal, juntamente com o general Junot, ganhou a fama de homem implacável pelas torturas e mortes violentas de que terá sido responsável.

Lua-de-mel

Significado Viagem romântica dos recém-casados.

Origem Um dos rituais que os recém-casados na Irlanda deveriam seguir era tomar o mead, uma bebida fermentada feita de mel, água, malte e outros ingredientes. O mel, já nessa altura, era considerado um rico alimento, associado também à fertilidade. Daí os casais terem de beber o mead durante um mês, ou uma lua, após o casamento. Não é difícil, portanto, perceber a origem da expressão que surgiu originalmente do inglês, honeymoon.

 

Clica numa das imagens e escolhe agora quais as expressões populares queres descobrir:
Saídas da Grécia Antiga

Saídas da Bíblia

Histórias da Realeza

Castigos da Inquisição