BICHOS NO SÓTÃO

Inicio BICHOS NO SÓTÃO

O 1º Dia Mundial da Criança foi há 70 anos

O Dia Mundial da Criança é para festejar. Mas não fiquemos só pelos festejos. A batalha vai continuar. Esta é uma missão para gente de todos os tamanhos.

Os Cinco: a aventura continua!

Há 78 anos, em maio de 1942, a escritora inglesa Enid Blyton publicou os «Cinco na Ilha do Tesouro». Foi nessa data que ficámos...

O carteiro trouxe uma carta para ti

Muitas vezes – quantas vezes – a carta serve para dizer a quem está do outro lado que nada os irá separar. Aconteça o que acontecer.

As 10 proibições de Salazar

Estas proibições são só uma amostra de como era a vida no pais de Salazar. Até o amor, os sonhos e as ambições eram controlados por decreto.

A vida sem telemóvel não foi assim há tanto tempo

  Hoje e, principalmente agora que estamos fechados em casa, é impensável passar um único dia sem WhatsApp, Skype, Zoom ou...

O design português que fica na memória

O Bicho-Que-Morde selecionou 14 peças do design português que povoam o nosso quotidiano. Bom… Um deles não é português. Mas é como se fosse.

Dia das mentiras. As tretas em que ainda acreditamos

Há muitos enganos repetidos todos os dias como se fossem verdade. É tão estranho como uma ideia feita, por mais que desmentida com argumentos...

Telescola. O professor da TV chegou à aldeia

Durante quatro décadas, os professores da Telescola levaram o 5.º e o 6.º anos a meio milhão de alunos que nunca pensaram ir além da 4ª classe.

Doces histórias preparadas na cozinha portuguesa

Com uma mão-cheia de refugiados, uma pitada do Oriente, uma casquinha dos franceses e um dedinho dos nórdicos se faz uma sobremesa portuguesa.

Histórias salgadas preparadas na cozinha portuguesa

Guerras, perseguições, religião e até um galo que nunca chegou a cantar são alguns dos condimentos dos pratos portugueses mais tradicionais.

Erros, mentiras e traições do português

Os erros são tão antigos como as próprias línguas e ninguém – nem mesmo os revisores e os linguistas – está livre de os cometer.

A vida portuguesa ilustrada a preto e branco

Pela revista Ilustração Portuguesa passou tudo: a 1ª República, as grandes guerras, o ballet russo e tudo o resto. Entrem nesta cápsula do tempo.

A não perder

Pseudónimos. Elas com nomes deles

Ainda bem que estas mulheres ignoram as regras e os «bons costumes». Hoje, todas elas são reconhecidas como grandes nomes da literatura.

Porque são os livros os melhores companheiros?

Os bons livros estão na praia, no jardim, no autocarro, connosco na sala de espera do dentista e até na casa de banho, se for preciso.

Mbube! Mbube! As brincadeiras das crianças em Africa

Pedrinhas, latas velhas, galhos ou trapos bastam para as brincadeiras das crianças em África provocarem gargalhadas e muita adrenalina.

Por que estão os pirilampos a desaparecer?

Se continuarmos a não prestar atenção aos pirilampos, eles irão deixar de brilhar na noite. Depois, só nos contos de fada voltaremos a vê-los.

Cartilha Maternal. A revolução de João de Deus

Ricos e pobres, crianças e adultos puderam aprender e ensinar com a Cartilha Maternal. Até as mamãs podiam mudar o futuro dos filhos.