BICHOS-CARPINTEIROS

InícioBICHOS-CARPINTEIROS

A boneca perdida de Kafka

Esta é a história de como o escritor checo Kafka ajudou uma criança desconhecida a ultrapassar a perda da sua única boneca.

A cuidar de todos somos mais fortes

Em momentos de crise, o melhor da humanidade vem sempre ao de cima. É um cliché, mas também é o que esta pandemia mais uma vez demonstra.

Catarina de Bragança. A alentejana que ensinou boas maneiras aos ingleses

Por ser católica, morena e rechonchuda, os ingleses não facilitaram a vida a Catarina de Bragança. Mas, foi com ela que ganharam bom gosto e elegância.

Uma mãe Wangari é tudo o que as árvores pedem

Wangari Maathai criou o Cinturão Verde, um movimento que se alastrou para outros países de África com mais de 50 milhões de árvores plantadas.

Bill Watterson. Três quadrados fora da caixa

Todas as manhãs, durante uma década, Bill Watterson contou uma história em três ou quatro quadrados para pensar fora da caixa.

De perto, toda a gente é esquisita

De perto, ninguém é normal. Quem nos conhece bem, sabe quais são as nossas esquisitices. E não é por isso que não gosta de nós.

De Israel com amor para o Irão

Nestas últimas semanas, as notícias têm mostrado como os líderes dos EUA e do Irão estão com vontade de começar uma guerra. Não é...

O Principezinho: a história por detrás do clássico

Tão cativante como a história de um Principezinho em busca de outros mundos, é também a viagem pelas aventuras de Saint-Exupéry.

A vida de Henrietta num frasquinho de laboratório

Henrietta encontrou curas para as doenças mais perigosas. Se não a conheces, está na hora abrir um frasquinho de laboratório e conhecer a história dela.

Chanel. A rapariga que não gosta de andar na moda

Coco Chanel não gosta de modas só porque sim. Ela baralhou as etiquetas sociais e entrou para a história da moda feminina.

A história de Ian é também a de todas as crianças

Nenhum aluno brincava com Ian, mas ele não desistiu até mostrar que, apesar da paralisia cerebral, não era diferente de todas as crianças.

Deixem passar a ambulância do barbudo

Pode até parecer que Abdul é milionário, mas foi a mendigar que conseguiu abrir hospitais, orfanatos ou abrigos para animais.

A não perder